COVID 19

Imprensa

Terça-feira, 26 de Julho de 2022
CULTURA

Exposição sobre a vida, luta e morte de Giovanni Maria de Agostini, o Monge de Ipanema estará em Capela do Alto dos dias 01 a 19 de agosto

CONTEÚDO DO TEMA:
GIOVANNI MARIA DE AGOSTINI, NASCEU EM SIZZANO, ITÁLIA EM JULHO DE 1801.


A OBRA DESENVOLVE A PINTURA REPRESENTATIVA SOBRE A FIGURA HISTÓRICA E MÍSTICA DO PEREGRINO MONGE GIOVANNI MARIA DE AGOSTINI QUE PERCORREU CAMINHOS MUITO LONGOS E TAMBÉM TRAJETÓRIAS PELA AMÉRICA DO SUL, LANÇANDO SEMENTES DE ESPERANÇA AOS AFLITOS QUE EM 1850 ERAM OS CABOCLOS, ÍNDIOS E NEGROS ESCRAVOS; SEMENTES QUE GERMINARAM NO CORAÇÃO DE GERAÇÕES PÓS, VISTO QUE A CULTURA DA FÉ AINDA PERMANECE MUITO VIVA NAS REGIÕES POR ONDE ELE PASSOU, ATÉ HOJE.
DE CONTEÚDO MISTERIOSO COM MUITOS DADOS DESCONHECIDOS DO POVO, SUA HISTORIA MARCANTE E HOMOGÊNEA SUGERE DESCRIÇÕES DE FATOS DE NARRATIVA ORAL COM SEMELHANÇAS EM TODOS OS LUGARES DE SUA PASSAGEM.
A MEDICINA ERA AINDA PRIMITIVA E DE DIFÍCIL ACESSO E SENDO ELE CONHECEDOR DAS ERVAS DA MATA, EXERCIA TAMBÉM ESTA AJUDA E ENSINAVA A PREPARAÇÃO DE REMÉDIOS CASEIROS PARA DOENÇAS.
NO |BRASIL HÁ REGISTROS DE SUA PASSAGEM EM 1840, EM LUGARES ONDE HAVIAM AINDA CONFLITOS DE TERRAS, ÍNDIOS E NEGROS ESCRAVOS : E SUA MISSÃO FOI CERTAMENTE FORTALECER O POVO EXCLUÍDO DAS ELITES, COM PALAVRAS DE AMOR, FÉ E RESISTÊNCIA. FOI PRESO E PERSEGUIDO DOS GOVERNOS QUE VIAM COMO AMEAÇA A AGLOMERAÇÃO EM VOLTA DE ALGUÉM DE PALAVRAS FORTES E SÁBIO DAS ÁGUAS, ERVAS E RAÍZES, SUSCITANDO LIDERANÇA DE RESISTÊNCIA E ESPERANÇA NAS SITUAÇÕES DE TRISTEZA EXTREMA.
CURIOSAMENTE EM DUAS SITUAÇÕES,DESAPARECEU E SURGIU EM SEU LUGAR,OUTRO PARECIDO COM AS MESMAS CARACTERÍSTICAS ESPIRITUAIS CHAMADO DE JOÃO MARIA, SEGUIDO AINDA DE MAIS UMA VEZ PELO ULTIMO PERSONAGEM DE NOME JOSÉ MARIA, CRIANDO EM TORNO DESTES FATOS, MUITAS LENDAS E CRENDICES SOBRE APARECER E DESAPARECER, MORRER E REAPARECER.
A OBRA REPRESENTATIVA DESCREVE OS 3 HOMENS COMO SENDO O DO CENTRO O MONGE GIOVANNI MARIA DE AGOSTINI, Á SUA DIREITA O MONGE JOÃO MARIA E À SUA ESQUERDA O MONGE JOSÉ MARIA, COMO UM DOSSIÊ DE HOMENAGEM À SUA MEMORIA, SEUS FEITOS, SUA VIDA SOLITÁRIA E AO MESMO TEMPO PROCURADA POR MUITOS DOS NOSSOS ANCESTRAIS, DA ESPERANÇA QUE SEMEOU NO CORAÇÃO DOS AFLITOS, DEVOLVENDO-O AO LUGAR DE HONRA ONDE FICAM OS GRANDES HOMENS DA HISTORIA DO MUNDO.

Deixe seu Recado